Entrevista feita aos companheiros Felipe Malacco e Robson Gomes, da Luta Pelo Socialismo (Brasil).

Por Alejandro Guerreiro

 

Felipe Malacco é membro da Coordenação Nacional de Luta Pelo Socialismo (LPS), do Brasil.

Robinson Gomes, da mesma Coordenação, é presidente do Sindicato de Trabalhadores dos Correios de Minas Gerais.
“Propomos-nos construir a ferramenta para a revolução socialista por meio de um trabalho real no movimento de massas, das massas operárias e os movimentos sociais”, diz Malacco.

—Não fazem distinção entre a classe operária e esses movimentos?

—Não, vemos entre eles uma identidade dialética: operários, movimentos feministas, movimento negro. Por exemplo, 80% da classe operária brasileira é negra, de maneira que naturalmente produz-se uma identidade entre o movimento proletário e da opressão da raça.

Robinson Gomes: —Temos no Brasil muito pouco contato com o Tribuna Clasista. Recém aqui, nesta Conferência, tivemos ocasião de os conhecer mais, de começar um debate que ainda não é orgânico, mas sim um passo adiante pára que chegue a ser. No momento não há um conhecimento concreto entre ambas organizações, por isso estamos tendo uma grande oportunidade para nos conhecer.

—Onde tem maior desenvolvimento a LPS?

—Temos presença em vários Estados, mas sobretudo em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e São Paulo. Agora começamos a abrir frentes no Pará, Paraiba e Espírito Santo.

—Como chegou o contato com esta Conferência?

Malacco:—Por meio de uma relação estabelecida com Jorge Altamira quando foi ao Brasil. Com Osvaldo Coggiola tínhamos um vínculo mais antigo. Interessa-nos muito estabelecer contatos internacionais para a luta contra o fascismo, contra o estado de exceção que se propõem estabelecer Bolsonaro e outros governos da região.

Robinson Gomes:—Não conhecíamos à CRQI, mas sim nos declaramos trotskistas e nos propomos contribuir pela refundação da Internacional. Estamos encontrando nesta Conferência uma concordância total nas análises sobre a situação brasileira e esperamos reforçar nosso vínculo com os companheiros que a organizaram. Isto para nós está sendo extremamente útil, muito clarificador.

Anúncios