Por Correspondente na Conferência Internacional publicado no PO 1496, em 05/04/2018

A Conferência Internacional, reunida em Buenos Aires nos dias 2 e 3 de abril, toma conhecimento e repudia o tratamento que os governos e a direita brasileira dispensam aos milhares de venezuelanos que procuram refúgio no norte e nordeste brasileiro. Afetadas por uma crise de fome em seu país, estas pessoas procuram meios elementares de sobrevivência. Os governos estaduais brasileiros os confinam em campos e impedem-lhes tomar contato com a população local, é a mesma direita que propugna uma saída golpista na Venezuela e defende a austeridade contra os venezuelanos. Defendemos o pleno direito dos venezuelanos a entrar e permanecer em território brasileiro e condenamos toda campanha de hostilidade contra eles. Repudiamos os discursos xenófobos e as políticas banidoras, e defendemos aos migrantes, o setor mais oprimido, na América Latina e em todo mundo.

Por uma comissão operária internacional que verifique a situação in situ e que exija garantias humanitárias básicas das autoridades brasileiras. Que a CUT e a CSP/Conlutas tomem a iniciativa de sua formação convocando a todas as organizações operárias e democráticas da América Latina e Estados Unidos

Anúncios