Os servidores públicos conquistaram o direito de greve enfrentando a ditadura militar sem pedir licença a nenhum general.
O sonho da burguesia é regulamentar esse direito vital para impor-lhe um limite. A classe dominante conspira contra a luta dos trabalhadores a cada minuto.
O estado-maior do exército dos exploradores quer determinar para os explorados até aonde pode-se ir na encarniçada luta de classes que tem sido o fator determinante da História até os nossos dias. O limite é em última instância a propriedade privada dos meios de produção.
Nesse sentido, os municipários de Florianópolis não podem permitir a ingerência do patrão na sua luta. Os métodos de luta dos trabalhadores não podem ser moldados por seus inimigos de classe.
O prefeito golpista Gean Loureiro conquistou junto ao judiciário o mecanismo do interdito proibitório que visa bloquear a mobilização da categoria. No ano passado chegou a ser decretada a prisão dos dirigentes do sindicato. Assim como a categoria não se deteve frente à camisa-de-força da ameaça de prisão dos seus dirigentes sindicais, não pode se deter frente a uma linha imaginária do interdito proibitório. Às favas com o interdito proibitório!
GREVE ATÉ A VITÓRIA! PELO ATENDIMENTO INTEGRAL DE TODAS REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA
RETIRADA DO INFAME PL DAS OS’ s
CAMPANHA SALARIAL 2018 COM INCORPORAÇÃO DO QUE NÃO FOI CUMPRIDO DO ACORDO DE 2017
GREVE GERAL CONTRA O PLANO DE GUERRA DA BURGUESIA
NÃO À GUERRA IMPERIALISTA!

Anúncios